16 de novembro de 2010

A importância das fibras...

Com a correria do dia a dia e a grande variedade de alimentos industrializados, a maioria da população consome cada vez mais produtos gordurosos, desbalanceados nutricionalmente e pobres em fibras em substituição aos caseiros e naturais. Essa ausência de fibras na alimentação pode causar vários sintomas desde a obstipação intestinal até câncer de cólon.

As fibras são classificadas em solúveis, que retém água e formam uma espécie de gel no intestino, e as insolúveis que aumentam o bolo fecal, ambas estimulam o bom funcionamento intestinal e ajudam a manter o corpo em equilíbrio.

As fibras são facilmente encontradas em alimentos de origem vegetal, como: frutas, verduras e legumes, leguminosas (feijão, lentilha, ervilha, grão-de-bico, soja),  oleaginosas (castanhas e nozes) e cereais integrais (granola, pães, arroz, farelos).

Apesar da facilidade para encontra-lás, estudos indicam que a maioria da população não consome as doses recomendadas de 25 a 35 gramas de fibras alimentares por dia.

Os benefícios apresentados pelo seu consumo auxiliam o controle de peso, pois retarda o esvaziamento gástrico, provocando maior sensação de saciedade, além de prevenir doenças do coração, pois ajuda a manter bons os níveis de colesterol, triglicérides e glicose.

Mas atenção, pois todo excesso pode causar efeitos indesejáveis. O consumo elevado de farelos e mix de fibras podem causar desconforto abdominal e diminuição da absorção de alguns nutrientes importantes para saúde como o zinco e ferro.
Muitos quando consumiram a “ração humana” apresentaram efeitos contrários aos desejados, em vez das fibras formarem um gel, petrificaram as fezes, causando dor e desconforto durante a digestão e eliminação. Isso porque para as fibras desempenharem seu melhor papel, é necessário ingerir maior volume de líquidos.
 Para isso uma alimentação balanceada é fundamental, com porções diárias de cereais integrais, legumes, verduras e frutas, podendo assim, obter as quantidades de fibras necessárias para o dia a dia, mas o aumento do consumo deve ser gradual para que o sistema digestivo se adapte a nova situação.
“O consumo de fibras é fundamental para o bom funcionamento do organismo.”

Um comentário: